Guia de Raças


    MALAMUTE DO ALASCA


O Malamute do Alasca tem aspecto forte e compacto e uma pelagem apropriada para as temperaturas mais frias. Sua aparência lembra um lobo.

 

O tipo de pêlo do pescoço, que chega ao dorso quando está relaxado, lhe dá uma aparência nórdica. Este cão é inteligente, dócil, leal e ágil. É gentil com estranhos e raramente late, mas pode ser agressivo com outros cães. Necessita de passeios longos e freqüentes e não suporta solidão.

 

Sua altura varia de 59 a 64 centímetros e seu peso entre 34 e 39 quilos. É encontrado em várias cores, mas a mais comum é a cinza ou preta com marcações em branco no ventre, parte dos membros e no rosto.   


CUIDADOS BÁSICOS


O ideal é criá-lo em ambientes amplos e ao ar livre. Necessita de passeios longos e não gosta de ficar sozinho. Sua pelagem espessa é mais apropriada a lugares frios. Se viver em climas quentes, precisa de muita sombra e água fresca. Sua média de vida é de 10,7 anos e os relatos de problemas de saúde apontam displasia no quadril, doenças hereditárias e catarata.

 

Porte: Grande

Origem: Estados Unidos

 

Curiosidade

O interesse dos americanos por esta raça cresceu muito com o auge da corrida esportiva de trenós puxados por cães, no fim dos anos 20. Com isso, aumentou a criação do Malamute puro, que havia sofrido forte mudança por conta do cruzamento com outras raças.

 

História

Originário do Alasca e da região ártica, o Malamute está relacionado à tribo dos Mahlemut, que o utilizavam para puxar trenós, barcas da margem, de bancos de gelo e ajudar nas caçadas. Esses Malamutes primitivos eram considerados ótimos trabalhadores e companheiros.


   



© 2012. Spa Animal. Todos os direitos reservados.

Administrador

Desenvolvimento e Hospedagem