Guia de Raças


    PASTOR BELGA


Rústico e resistente a variações climáticas, o Pastor Belga, apesar de sua origem como cão de pastoreio, é eficiente para a defesa e guarda.

 

"É inteligente, tem grande vivacidade e uma agressividade média", explica Ana Paula Mier Mordes Faria, criadora da raça há 18 anos. Tais características fizeram dos cães belgas mensageiros, patrulheiros de fronteira e auxiliares da Cruz Vermelha durante as guerras mundiais.

 

Apresenta quatro pelagens diferentes: pêlo preto (Groenedael); pêlo lanoso marrom e branco (Laekenois); pêlo curto marrom e amarelo, com orelhas face e focinho pretos (Malinois); e pêlo duplo e grosso, preto-avermelhado, com máscara preta (Tervueren). A altura varia de 58 a 62 centímetros e o peso de 22 a 25 quilos.

 

Além de leais e inteligentes, são carinhosos com os donos e extremamente familiares. Adoram brincar e estar próximos a crianças. "Precisam viver em espaço mínimo de 50 metros quadrados", afirma Ana Paula.     


CUIDADOS BÁSICOS


Cão grande, de guarda, não pode ser criado em apartamento, pois requer exercícios. A média de vida deste cão pastor é de 12,5 anos. As causas de morte mais comuns são câncer (23%), acidente vascular cerebral (13%) e idade avançada (13%). Há registros de problemas articulares, dermatológicos e reprodutivos. Apesar da pelagem farta, não requer cuidados especiais.

 

Porte: Grande

Origem: Bélgica

 

Curiosidade

Um Pastor Belga Malinois está presente no Guiness Book, o livro dos recordes, como o maior farejador de drogas já registrado.

 

História

A oficialização da raça deve-se ao aficionado Adolf Reul, diretor da Escola Veterinária de Cureghem, que iniciou um censo entre os cães pastores da Bélgica, em meados do século 19, para tentar obter um padrão único e homogêneo. Como ele estabeleceu quatro tipos de pastor, a raça só foi reconhecida em 1920.


   



© 2012. Spa Animal. Todos os direitos reservados.

Administrador

Desenvolvimento e Hospedagem