Guia de Raças


    WEST HIGHLAND TERRIER


Cão de caça e de companhia, o West Highland Terrier surgiu na cidade de Poltalloch, na Escócia, no século 19. Os pêlos superiores são brancos, duros e "precisam de escovação diária", como avisa o criador Josemar Barbosa Lima, do Canil Von Der Stockhousen, de Teresópolis (RJ).

 

A altura varia de 25 a 28 centímetros e seu peso de sete a dez quilos. Tem audição aguçada e é excelente como cão de alerta.

 

Segundo o criador, o West Highland Terrier é um cachorro ativo, brincalhão, bastante seguro de si e se adapta a estilos de vida diferenciados e às crianças. "Por ser muito alegre, é um bom cão de companhia" afirma Barbosa.


CUIDADOS BÁSICOS


Adapta-se bem a apartamentos, conseguindo ficar por um tempo razoável sozinho. Tal como a maioria dos cães terriers, ele precisa de 13 horas de sono diárias para recuperar suas energias. O problema mais comum da raça refere-se à má formação da mandíbula. Para constatar isso, deve-se ficar atento se o cão está se alimentando regularmente. Tosa adequada e escovação diária para manter a pelagem saudável são indicadas. 

 

Porte: Pequeno

Origem: Escócia

 

Curiosidade

O Westie, como é carinhosamente chamado, é muito popular na Escócia, na Inglaterra e na França. No Brasil, era praticamente desconhecido, até ficar popular ao virar garoto-propaganda de um provedor de Internet.

 

História

Conta-se que o West Highland tenha surgido dos Cairn Terrier. Um criador chamado Coronel Malcolm, que criava terriers de diversas cores, teria atingido um de seus cães preferidos durante uma caçada por confundi-lo com uma raposa. A partir de então, dedicou-se à criação de exemplares brancos, para não correr o risco de um novo acidente. A raça foi reconhecida em 1907.


   



© 2012. Spa Animal. Todos os direitos reservados.

Administrador

Desenvolvimento e Hospedagem